segunda-feira, dezembro 07, 2009

Palavras

Rua Garrett / Foto TL, 2007

Dizemo-nos palavras com que queremos
traduzir o que nos liga,
mas todas as palavras são de menos
para explicar a antiga
ânsia de mútua entrega
que não mais nos sossega.

Dizemo-nos palavras que julgamos
as mais doces e serenas
no momento em que nos damos,
mas todas as palavras são apenas
carruagens vazias
do comboio dos nossos dias.

Dizemo-nos palavras quando é certo
que nenhuma há-de ser suficiente
para vencer o deserto
que temos pela frente.

4 Comments:

Blogger mdsol said...

:))

7:16 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

:))

10:17 da tarde  
Blogger jrd said...

Quando é o deserto, o que se adivinha, faltam as palavras certas para matar a sede das palavras.
Muito bom, como sempre.
Abraço

11:13 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Outro abraço, muito grato, caro JRD.

9:36 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home