segunda-feira, novembro 16, 2009

Alheamento

De outra janela / Foto TL, 2006

Saí à rua e não encontrei
ninguém meu conhecido:
ou me engano ou acordei
onde não tinha adormecido.
De qualquer modo, não sei
o que aconteceu comigo:
se da rua me alheei
ou foi ela que, por fim,
quis alhear-se de mim.

8 Comments:

Blogger António Baeta said...

Olha que as tuas últimas fotos são vistas sobre telhados e aí não será fácil encontrar alguém: já não se usam limpa-chaminés e os assaltantes de hoje preferem entrar por sítios mais acessíveis, não vão sujar as mãos. :)

Eu estou sempre por cá, amigo, embora nem sempre me manifeste.

Aquele abraço.

11:42 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Eu sei, caro Toy. Também sou, com muito gosto, "cliente" diário do Local & Blogal, que está cada vez melhor.
Outro abraço.

2:37 da tarde  
Blogger jrd said...

Palavras vagabundas, livres.
Abraço

9:45 da tarde  
Blogger António Oliveira said...

Perfeito.

11:19 da tarde  
Blogger addiragram said...

Quantas vezes nos desencontramos.

Um beijinho.

12:00 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Bem hajam, caros JRD, António Oliveira e Margarida!

9:27 da manhã  
Blogger mdsol said...

:))

11:38 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Sorrir é bom, cara Mdsol.

1:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home