segunda-feira, outubro 12, 2009

Estendal

Foto TL, 2009

Sabemos sempre pouco das pessoas
que é suposto conhecermos:
todas, é claro, têm os seus termos
e não as há más nem boas
que o sejam inteiramente.
Convém, assim, ter presente
que cada um só revela,
do que é, uma parcela
e, por sinal,
não raro é mais o que esconde,
aqui, ali, sei lá onde,
do que mostra no estendal.

9 Comments:

Blogger jrd said...

Principalmente das que têm as "coisas" nas arcas encoiradas ou não.
Abraço

3:39 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Certamente, caro JRD.
Abraço também.

8:24 da tarde  
Blogger RAA said...

Pois eu, caro Torquato, lá no estendal do Abencerragem, mostro quase tudo. Sou um exibicionista...

11:10 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Já tinha reparado, caro Ricardo, nesse saudável exibicionismo...

11:37 da tarde  
Blogger menina Rodrigues said...

gostei deste cantinho, parabéns!

beijinho

10:55 da tarde  
Blogger addiragram said...

Os nossos múltiplos eus que, se calhar, não cabem num estendal.
Publiquei no blog um dos seus bonitos poemas.Espero que goste da ilustração.

Um abraço

11:48 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Também gostei do seu "papel e caneta", menina Rodrigues. Outro beijinho.

Já fui ver e achei muito bem, cara Margarida. Um abraço e bem haja!

8:45 da manhã  
Blogger drengo said...

Uma janela de opções, essa que se abre com a utilização do estendal... Abraço.

11:49 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

É isso mesmo, meu caro. Outro abraço.

9:31 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home