quinta-feira, julho 02, 2009

Destino

Telhados de Alfama / Foto TL, 2009

Por mais que procuremos,
nunca descobriremos
o termo exacto para coisa alguma.
Tudo o que conseguimos
é soletrar rumores por entre os limos
de um oceano de espuma.

Se há destino (e não é certo
que o haja), o nosso é
ficarmos sempre aquém do que dizemos.
E nada mais nos resta que o deserto
onde buscar, sem grande fé,
o que nunca teremos.

4 Comments:

Blogger once said...

"se há destino" .. acredito-o, contudo por vezes, algumas vezes, simplesmente não se cumpre.

:)

10:57 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Pois é, Catarina. E os banhos, foram óptimos? Oxalá.

3:20 da tarde  
Blogger once said...

:))

10:48 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

:))

8:31 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home