quarta-feira, junho 03, 2009

É preciso

Cow Parade Lisboa / Foto TL, 2006

É preciso furar o nevoeiro
é preciso espreitar além do escuro
é preciso ser forte e ser inteiro
é preciso ter crença no futuro.

É preciso tentar chegar primeiro
é preciso ser livre e ser seguro
é preciso ver longe e ser certeiro
é preciso arriscar saltar o muro.

É preciso ser lúcido e sonhar
é preciso ter asas e voar.

9 Comments:

Blogger Viagens pelo Mundo said...

Caro Poeta,
É já um hábito passar por aqui. E que bem que sabe ler os seus poemas. Encontramos neles sempre um brilho, uma emoção, um carinho, uma ternura e, por vezes, alento e força. Um abraço amigo,
CRV

7:36 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Um abraço amigo também, cara viajante CRV.

8:32 da tarde  
Blogger addiragram said...

Sabe bem ouvir a força deste é preciso.É preciso, mesmo!

Um abraço grande

11:21 da tarde  
Blogger jrd said...

É preciso seguir o poema.
Abraço

11:23 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Não há dúvida de que é mesmo preciso, cara Margarida.
Outro abraço.

Um abraço também, caro JRD.

9:32 da manhã  
Blogger once said...

:)) ter asas e voar .. ou não ter e tentar voar na mesma.

(é preciso mesmo é seguir o que nos transmite este poema maior Caro Poeta) **

10:16 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Certamente, caríssima Catarina.

2:13 da tarde  
Blogger mdsol said...

É preciso passar sempre por aqui!

:))

12:34 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

E eu agradeço a visita, cara Mdsol!

:))

9:53 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home