quinta-feira, janeiro 28, 2010

O termo exacto

Rua da Palmeira / Foto TL, 2010

Falta-me descobrir o termo exacto
para dizer da fúria que me impele
a enlear na minha a tua pele:
um termo que se amolde no retrato
que me entreguei a desenhar de ti
desde o primeiro dia em que te vi.

É esse termo original e puro
que persigo sem tréguas e procuro
a toda hora e em qualquer lugar:
um termo com o brilho de uma chama
intensa como a luz que se derrama
da madrugada que há no teu olhar.

7 Comments:

Blogger Magnolia said...

Eu que amo de paixão tudo o que escreve.....

9:27 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Também gostei do seu "Primeiramente", Magnolia.

9:44 da manhã  
Blogger Magnolia said...

Obrigada.... espero que não se importe de passar a fazer parte dele com alguns dos seus poemas lindissimos

11:52 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Será uma honra, cara Magnolia.

1:47 da tarde  
Blogger Magnolia said...

"Roubei" um pedacinho de poema para iluminar a minha noite...
Obrigada
Bj

7:47 da tarde  
Blogger mdsol said...

É o que não me canso de repetir:
Palavras claras, sentidas, leves, bonitas ...

:))

12:46 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

:))

9:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home