segunda-feira, fevereiro 28, 2011

Sem pena

Pátio à Rua do Arco de São Mamede, em São Bento

Compadeço-me de quem
não teve sorte na vida,
gente que foi impedida
de se empenhar, mal ou bem,
na luta contra a corrente
cada vez mais imponente
da pobreza e do desdém.
Mas não tenho qualquer pena
dos que caem em desgraça
depois de uma vida plena
de embustes e de trapaça,
gente que usou o poder
e a força do seu lugar
para oprimir, humilhar
e empobrecer
quem devia defender.

12 Comments:

Blogger Mel de Carvalho said...

Junto-me, se me permite, aplandindo, à sua linha de pensamento, estimado Torquato. Trapaceiros que enganam o sistema sem respeito, não merecem apelo humanitário.
"Sem pena", portanto.

Gratidão
Boa semana
Mel

12:31 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Votos de boa semana também, caríssima Mel.

1:24 da tarde  
Blogger jrd said...

Que nunca te doam as palavras poeta.
Abraço

2:53 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Penso que nunca irão doer-nos, amigo João!
Outro.

4:13 da tarde  
Blogger OutrosEncantos said...

Isso mesmo, querido Torquato.
Nunca esquecerei quando num momento de grande aflição uma assistente social ao serviço do Estado me disse:
é claro que vai conseguir..., porque o "Estado tem obrigação de cuidar dos seus cidadãos"...
Pois é Torquato, não fora eu sozinha esfarrapar-me para conseguir, e jamais o Estado me daria a mão para eu me erguer, tal como cada vez mais afunda quem não sabe ou não consegue olhar por si sozinho...
Abraço-te.
p.s.-Perdoa-me as ausências Amigo, não de leitura, mas de palavras :)**

6:32 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Um abraço também - e ânimo, cara Amiga!

7:09 da tarde  
Blogger Lumife said...

Uma visita que se impunha e que já demorava a este recanto poético. O tempo é implacável não "esticando" mais o que torna difícil chegar a tantos lugares onde os Amigos nos deixam as suas palavras, verdadeiras pérolas que merecem ser lidas e apreciadas.
Tentarei ser mais assíduo.
Abraço

11:01 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

É sempre bem-vindo, caro Luís!
Abraço também.

1:42 da tarde  
Blogger Mar Arável said...

Palavras sensatas

11:07 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

É o que penso, caro Filipe!

9:35 da manhã  
Blogger addiragram said...

100% em sintonia!

A poesia canta a Verdade.

11:27 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Com certeza, Margarida!

1:55 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home