sexta-feira, março 21, 2008

Dia da Poesia






Acrílico
sobre tela
TL, 2008

Bem sei que o tempo te escasseia
para acorrer a tanta gente
que a toda a hora te nomeia
como se exclusivamente
lhe pertencesses e ninguém
mais devesse ter-te também.

Mas, neste dia,
que é teu, breve e esquiva amante,
hás-de ficar, Poesia,
mais um instante
na minha companhia.

7 Comments:

Blogger O'Sanji said...

Linda a homenagem a uma amante - a poesia.
O meu abraço e votos de páscoa feliz.

6:42 da tarde  
Blogger Naty said...

Olá passei para te desejar uma Feliz Páscoa.
bjs naty

11:19 da tarde  
Blogger Bruxinhachellot said...

Eis uma excelente companhia - a poesia.

Beijos de sol e de Lua.

12:21 da manhã  
Blogger Fatyly said...

Estive a ler os últimos poemas, de temas e sentimentos tão diversos...mas valeu a pena porque de facto és um grande poeta.
Escolher o melhor? não queria ser júri...e recebe um grande beijo por teres este porto de abrigo.

Um bom domingo e cuidado com os chicolates:) Boa Páscoa!

9:58 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Obrigado, O'Sanji, Naty, Bruxinhachellot e Fatyly. Beijos e abraços.

5:17 da tarde  
Blogger marta said...

O que vou dizer pode parecer uma heresia

mas não sei do que gosto mais, Torquato da Luz, se das telas ou da poesia

estes tons de rosas.....

5:54 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Um beijinho, Marta.

8:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home