quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Quarta-feira de cinzas

Calçada portuguesa

Ao pó de que viemos
havemos de voltar,
dizem as Escrituras.
E nós, pobres criaturas,
não vemos
como duvidar.
Mas, entre um pó e outro pó,
o que importa é não estar só
e aproveitar
o que a vida tem para nos dar.

7 Comments:

Blogger Val said...

moro em blumenau e não encontro livros de torquato da luz à venda, como faço para adquirir um?

11:49 da manhã  
Blogger Obtuso said...

Mais realista que és do que eu,que sou lunático, gosto sempre dos teus poemas!

1:44 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Val:
Os últimos dois livros - "Ofício Diário" e "Por Amor e outros poemas" - foram editados pela Papiro. No caso de haver ainda exemplares disponíveis, poderá encomendá-los através do seguinte endereço:
http://www.livrosnet.com/?op=pesquisa&pesquisa=Torquato+da+Luz&t=2

Tibério:
Os conceitos de realista e lunático são, como sabes, muito relativos...

2:11 da tarde  
Blogger mdsol said...

:))

10:08 da tarde  
Blogger jrd said...

Enquanto por cá andarmos convém usar bem o pano...
Abraço

10:14 da tarde  
Blogger addiragram said...

A foto ficou muito bonita!A ideia de um andar por cá com reflexos de magia.

10:37 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

:)), Mdsol.

Evidentemente, JRD. Outro abraço.

Ainda bem que gostou, Margarida. Magia é fundamental...

10:04 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home