segunda-feira, outubro 25, 2010

Assalto

Travessa da Queimada

Antes o tiro inesperado
numa esquina qualquer do Bairro Alto
que o constante assalto
longamente premeditado
para agir de forma lenta
mas nem por isso menos violenta.

Antes o silvo de uma bala
riscando rápida o ar
e deixando-nos sem fala
na urgência de gritar
que o ataque persistente
à alma da gente.

Antes a lâmina afiada
a rasgar-nos a garganta
que esta dor fina e demorada
mas tanta.

7 Comments:

Blogger LM said...

Antes mesmo!;)
Hoje tomei a liberdade de "o roubar" também...

http://fuivereraoovario.blogspot.com/2010/10/ressabiamentos.html

Muito obrigada pela inspiração, hoje e sempre.

10:47 da manhã  
Blogger jrd said...

Tens razão Poeta: Antes o 'colapso' súbito do que a agonia lents.
Abraço

12:40 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Ok, LM, obrigado!(Mas, já agora, podia ter linkado, não?).

É o que eu acho, caro João! Abraço também.

2:30 da tarde  
Blogger addiragram said...

Sem sombra de dúvida!!

Um abraço

8:47 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Com certeza, cara Margarida!

Outro abraço.

9:54 da manhã  
Blogger Obtuso said...

Sempre atento ao que nos destroça a alma!
Abraço

11:40 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Outro, Tibério!

2:43 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home