terça-feira, novembro 22, 2005

Decisão

Hoje decidi que não vou morrer nunca,
pondo assim cobro
ao péssimo hábito da espécie humana.

A decisão foi difícil, é claro,
mas agora só me falta descobrir
a forma de a levar à prática.

(2005)

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Para mim, meu Pai, nunca morrerás.
Talvez esta seja a "fórmula": viveres para sempre cá dentro.Bem dentro do coração.
da tua, Mj

5:12 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Eu sei, minha querida. Beijinhos.

6:08 da tarde  
Blogger Laura Lara said...

A fórmula, já a descobriste. Escrever é viver eternamente.
Beijinhos

2:59 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Beijinhos também, Laura.

5:36 da tarde  
Blogger addiragram said...

Em sintonia hoje com o Saramago?!
Relativamente à fórmula talvez dê o continuar a semear, sempre a semear, filhos, amigos e mais amigos, âncoras várias de memórias...Assim sempre vamos adiando. Um bj para ti.

8:19 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Outro para ti, addiragram.

8:29 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home