quarta-feira, setembro 12, 2007

Sorriso















Foto TL

Basta-me o seu sorriso.
Não preciso
de mais nada.
Basta-me, ao acordar,
a enseada
do seu olhar.

Basta-me o desafio
da sua boca,
mar acolhendo o rio
que me liberta quanto me sufoca.

10 Comments:

Blogger JRL said...

Já tinha saudades. :) Um beijinho

7:50 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Também eu, Joana.
Outro beijinho.

9:04 da tarde  
Blogger ana vidal said...

Que bem você escreve, Torquato! Gosto desta poesia descomprometida, lúcida e legível, cheia de ritmo, sempre cantabile.
Parabéns.

Ana

10:21 da tarde  
Blogger addiragram said...

Belo poema!

10:48 da manhã  
Blogger Rosa dos Ventos said...

Com um mar deste por cenário...
Abraço

4:33 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Obrigado, Ana, Addiragram e Rosa.
Beijinhos e abraços.

5:03 da tarde  
Blogger Carla said...

E, de facto, basta tão pouco para sermos felizes! Que pena que a correria maluca em que andamos nos faça procurar algo tão mais insignificante do que um SORRISO.
Parabéns por este espaço cheio de beleza.
Carla

11:32 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Obrigado, Carla. Volte sempre.

1:51 da tarde  
Blogger Fatyly said...

E porque de facto sorrio bastante, ao ler este teu poema senti o planar de uma gaivota, para não dizer...que fui gaivota poeta no cenário tão bem fotografado.

Parabés poeta e dá gosto ler-te**

10:24 da tarde  
Blogger a.filoxera said...

Lindo!

12:04 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home