sexta-feira, março 13, 2009

De viagem















Foto TL, 2007
Se eu deixar de aparecer e não souberes de mim,
sê paciente, espera
e não te inquietes a pensar no fim.
Eu hei-de renascer na Primavera
como a folhagem do jardim
e a luz que se derrama na cidade
de Lisboa ao respiro da liberdade.

Escusas, pois, de vir bater-me à porta
ou de deixar mensagem
no telemóvel, que eu fui de viagem
e o resto não importa.

8 Comments:

Blogger once said...

A renovação da Primavera, essa sábia .. :)

Boas férias Torquato (li assim, que fazer?) ;)

e bom fim de semana *

3:20 da tarde  
Blogger jrd said...

O que importa mesmo é vir aqui, sempre, à espera do regresso.
Boa viagem.

4:07 da tarde  
Blogger mdsol said...

O jrd tirou-me as palavras dos dedos: importa é mesmo vir aqui...
:))

5:42 da tarde  
Blogger addiragram said...

Importa partir,por vezes...

Um abraço de boas vindas!

6:28 da tarde  
Blogger PreDatado said...

Boa viagem!
:)

(super!)

6:38 da tarde  
Blogger Laura Lara said...

Boa viagem, Torquato.
Beijos

2:20 da tarde  
Blogger Leonardo B. said...

Fez-me lembrar um dos versos cantados, mais bonitos que alguma vez ouvi:
na voz do luis represas que cantava, "deixo vinte paus na mesa e vou apanhar boleia..."

até sempre, caro torquato

Leonardo B.
Bizarril/Castelo Rodrigo

(nota: estou a deixar "alguns despojos de guerra" em:
http://www.aultimaestacaodericardos.blogspot.com/

seja bem vindo, se por cá quiser aparecer...)

1:23 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Muito obrigado a todos.
Beijinhos e abraços.
Vamos continuar.

2:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home