segunda-feira, novembro 29, 2010

6 anos

Jardim de São Pedro de Alcântara
Tudo começou assim, a 29 de Novembro de 2004:
As palavras sucumbem ao vazio
da própria pequenez.
Nenhum cais tem a forma do navio,
nenhum navio a forma das marés.
É tempo de continuar.

20 Comments:

Blogger RAA said...

Parabéns.
Que venham muitos mais!
Um abraço.

11:57 da manhã  
Blogger António Baeta said...

Seis anos é obra!
Obra que prima pela regularidade da publicação e elevado nível de produção poética.
Parabéns!

12:08 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Outro abraço e muito obrigado, caro Ricardo.

É a tua velha amizade a falar, amigo Toy... Abraço grato.

1:53 da tarde  
Blogger jrd said...

Caro Amigo,

"Estou aqui de passagem
e não trago outra bagagem que não seja o espanto"

e envio-te um forte abraço de parabéns e um obrigado pela excelência da tua da poesia.

2:16 da tarde  
Blogger Viagens pelo Mundo said...

Caro Poeta,
Os meus parabéns por uns admiráveis 6 anos. Votos de outros tantos, no mínimo,a encantar quem por aqui tem hábito de parar.
CRV

4:06 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Caro João, um forte abraço também e obrigado pela constância das tuas palavras amigas.

Muito obrigado, cara CRV!

4:48 da tarde  
Blogger luisa said...

Nós é que sucumbimos às palavras do poeta cujo Ofício nos encanta.
Parabéns!

10:46 da tarde  
Blogger mdsol said...

Muitos parabéns e muito obrigada pela generosidade diária das palavras e das imagens que me fazem tão bem.

:))))

11:34 da tarde  
Blogger Rogério Pereira said...

Não entenda
por malcriado
este gesto de vir
a um aniversário
sem ser por si convidado
Foi a MdSol
que me empurrou
é por isso que aqui estou
e vim pela primeira vez e dou-lhe os parabéns.

:))

12:03 da manhã  
Blogger Zélia Guardiano said...

Torquato
Venho lá do blog da mdsol, que nos faz a apresentação deste seu especial espaço.
Gostei demais!
Deixo-lhe os meus parabéns!
Voltarei sempre.
Um abraço

7:59 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Eu é que lhe agradeço, Luísa!

Obrigado e volte sempre, Rogério :))

Um abraço também, Zélia!

10:01 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Como já lhe disse lá no BnB, não mereço tanto, cara Mdsol.
Um bj especial para si :))))

10:11 da manhã  
Blogger Obtuso said...

Seis anos afinal ?!
És um bebé!!!
Mas esses poemas me encantam porque são de Poeta Grande!
...e livra-te de parar!!!

Abraço.

1:32 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Grande Poeta é o Povo, como se chamava aquele programa de televisão do tempo da outra senhora...
Quanto a parar ou não, tu mandas, caro Tibério :)
Outro abraço.

4:26 da tarde  
Blogger addiragram said...

Fazer na segunda feira 6 anos é coisa linda, sim senhor! Ir viajando através da poesia torna esta complexa viagem mais doce e amena.

um grande beijo de parabéns.

12:07 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Um beijo também, cara Margarida, e obrigado!

10:02 da manhã  
Blogger Luísa said...

Meu caro Torquato, seis anos já é veterania nestas lides. Vejo que chego dois dias atrasada, mas nunca é tarde para lhe dar os meus sinceros parabéns. E agradecer o enorme prazer que a sua leitura proporciona a esta alma que se julgava assanhadamente prosaica... :-)))

1:34 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Como assim, cara Luísa? Os seus textos e fotos, de que sou indefectível frequentador diário, contradizem absolutamente tal ideia... :-)))

4:12 da tarde  
Blogger Mar Arável said...

Palavras infinitas

Abraço amigo

6:48 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Um forte abraço também, amigo Filipe!

7:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home