quarta-feira, maio 11, 2005

Sofrimento

À memória da Teresa

Como quem sobre os ombros carregasse
todas as dores do mundo e lhe sobrasse
força para sofrer ainda mais.

Como quem à feroz adversidade
respondesse com a serenidade
de nos saber a todos desiguais.

(2005)

1 Comments:

Blogger JG said...

Belíssimo.

2:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home