quinta-feira, julho 31, 2008

Faz-de-conta
















Outra face de Lisboa / Foto TL
Não nos permitem mais que recolher
os ecos do silêncio que lançamos
à terra ou, por entre os ramos
do deve e haver,
a toda a hora inventamos
como razão de viver.

No entanto, só nos resta
teimar na aventura
desta constante procura,
em faz-de-conta que é festa.

12 Comments:

Blogger Once said...

e todos sabemos ;) que o "faz de conta" só é útil nas histórias que ainda adormecem crianças .. :)

Gostei de ler Caro Torquato .. como sempre.
Aproveito para me despedir num Até Setembro

11:02 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Até lá, então, cara "Once", e boas férias!

2:30 da tarde  
Blogger peciscas said...

Que mais nos resta fazer senão teimar nesta aventura que é viver!

10:22 da tarde  
Blogger addiragram said...

É mesmo a única Aventura,mas sem fazer de conta que é festa...As duas faces pertencem à mesma moeda.

11:39 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Aquele abraço, caro "Peciscas".

Beijos, cara Margarida.

9:27 da manhã  
Blogger Fatyly said...

A festa de viver e olhando para a imagem...quem não tem "opções" embeleza a vida num faz-de-conta benéfico como dizes e bem numa de "deve e haver".

O oposto é sempre mais sentido por quem observa, porque a capacidade de adaptação de quem vive nessa luta é mais superior do que a que imaginamos.

Adorei!

Um abraço

10:49 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Bom fim-de-semana, Fatyly! Abraços e beijinhos.

1:56 da tarde  
Blogger JRL said...

Um beijinho, Torquato.

3:06 da tarde  
Blogger Tinta Azul said...

Depois de uns dias sem cá vir, chego e reencontro a luminosidade deste espaço. E não é de faz-de-conta. Apesar de haver dias em que o Sol e as nuvens jogam às escondidas. Há uma outra luz. A que vem de dentro.
:)))

3:27 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Obrigado e bjs, caras Joana e "Tinta Azul"

8:38 da tarde  
Blogger ana v. said...

Aqui não precisamos de fazer de conta que há poesia, Torquato... festa ou aventura, vale sempre a pena. Como a vida.

Um beijo

11:50 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Outro beijo, caríssima Ana.

2:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home