domingo, julho 10, 2005

Por cada hora

Por cada hora ganha para a vida,
por cada novo passo dado em frente,
por cada letra que faz a palavra,
por cada verso inscrito no poema.

Por cada beijo que nos coube em sorte,
por cada dia conquistado à morte.

(2005)

4 Comments:

Blogger Pecaaas said...

Muito bem!!! Gosto! Julgo que nos conhecemos há muitos anos, em Loulé! Tenho acompanhado o seu, teu, percurso à distância!

9:23 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

É possível. Um abraço e obrigado pela visita!

8:48 da manhã  
Blogger António Baeta said...

Por cada poema que dedicas à vida.

12:09 da tarde  
Blogger ritz said...

obrigada, obrigada, obrigada. salvaste-me o dia. tropecei aqui hoje e mesmo sem querer fizeste-me ganhar vida. vou adicionar-te. obrigada, obrigada, obrigada

1:54 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home