quinta-feira, junho 09, 2005

O teu nome

Fiz gravar o teu nome em cada esquina
da rua onde te vi pela primeira vez
e vou mandar esculpi-lo ao alto da colina
para que todos saibam que tu és
a pessoa que eu amo, a que me fez
vencer as incertezas e a neblina.

(2005)

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Belíssimo, parabéns!

8:38 da tarde  
Blogger Pink said...

Belíssimo poema de amor! Que bom é ser amado assim e que bom ser inundado por um sentimento assim intenso, que faz com que tenhamos impulsos de "gritar" o nosso amor. Um beijo e bom fim de semana.

12:09 da manhã  
Blogger concha said...

Tão bonito.
Não se importa que o ponha nas nossas cores, pois não?

12:49 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Caríssima Concha:
É evidente que não me importo e até agradeço. Mas fiquei surpreendido ao ver que, na transcrição dos meus dois poemas, não figura o nome do autor...

9:33 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home