domingo, junho 10, 2007

Portugal








Foto TL

País estilhaçado, estraçalhado,
estiraçado entre o medo e a maresia,
país estalactite, estalagmite,
país de bruços que nos braços
carrega sombras e cansaços.

País dilacerado, lacerado,
encalacrado até aos gorgomilos,
país adiamento, aditamento,
país padrasto dos seus próprios filhos.

País que eu amo, que desamo
para logo a seguir amar de novo,
país que tem o nome por que chamo
aquilo que estremeço até ao osso.

14 Comments:

Blogger marta said...

é a tristeza das economias, das dívidas, e de se ser sempre como os outros, ou....estamos lixados; mas lixados estaremos de qualquer das maneiras.


Beijinho Torquato da Luz e perdoe as expressões

12:13 da manhã  
Blogger Susana Barbosa said...

... também eu assim sinto Torquato.

por isso mesmo luto!

Um grande beijinho

2:32 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Beijinhos, Marta e Susana.

3:46 da tarde  
Blogger Sofia Loureiro dos Santos said...

Lindísimo poema, Torquato.

4:19 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Um beijo, Sofia.

7:07 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Apetecece-me simplesmente dizer:
um poema bem encadernado, bem embrulhado. Bem feito!

11:06 da tarde  
Blogger Mar Arável said...

Apesar de tudo somos este chão

12:03 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Abraços, Vieira Calado e E. Filipe.

9:02 da manhã  
Blogger Fatyly said...

Nnca baixar os braços perante os podres do país que se ama.

Gostei muito!

Um abraço para que ainda estremeças mais:))) (o que falta tanto neste país)

10:26 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Outro abraço, Fatyly.

2:00 da tarde  
Blogger JRL said...

Veja por favor o nosso post de 10 de Junho do blogue da 8ª edição.

10:50 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Cara JRL:
Obrigado pela distinção, que muito me honra.
É evidente que, se as características do "Ofício Diário" permitissem a participação neste tipo de iniciativas - aliás, meritórias -, eu também não deixaria de incluir o "8ª Edição" no rol dos favoritos.

9:57 da manhã  
Blogger Rosa dos Ventos said...

Passei o 10 de Junho em Espanha...
Definitivamente amo Portugal!
Ninguém é perfeito...por que razão haveríamos de ter um país perfeito?!

12:45 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Temos esse amor em comum, Rosa.

5:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home