quinta-feira, janeiro 10, 2008

Dizer não











Foto TL

Vai sendo tempo de respirar,
abrir janelas e afrontar
o ambiente sufocante.
Vai sendo tempo de, a todo o instante,
soltar a língua e gritar.

Vai sendo tempo de lutar contra o bafio
que, sorrateiro mas veloz,
mais uma vez se instala.
Vai sendo tempo de enfrentar o desafio,
erguer a voz
e retomar a fala.

Vai sendo tempo de exorcizar
o desânimo e a omissão.
Vai sendo tempo de voltar
a dizer não.

9 Comments:

Blogger Sophos said...

Depois de uma geração de eternos inconformados assistimos hoje à existência de jovens amorfos e conformistas...de facto é preciso mudar, é preciso aprender a dizer não!

10:24 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Sem dúvida, cara Sophos.

1:23 da tarde  
Blogger LB said...

Sim, vais sendo tempo. Pena é que muitos (tão lestos noutras alturas) se refugiem agora no silêncio...

Abraço

5:47 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Caro Luís:
Também lamento os que se remetem ao silêncio, certamente convictos de que ganham com isso. Mas pertenço ao número dos que nunca se calaram. Nem antes nem depois... E vou continuar assim.
Outro abraço.

6:11 da tarde  
Blogger mariazinha said...

É "o que faz falta", de facto...
Obrigada por não se calar :)

Beijo*

9:17 da tarde  
Blogger marta said...

vai sendo tempo sim.

calada, nunca vivi, e dizer não, só nesta acepção, é minha condição.


beijinho

10:14 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Beijos também e nunca se calem, Mariazinha e Marta.

9:27 da manhã  
Blogger Fatyly said...

Nunca me calei a nada e quem me rodeia segue as minhas pegadas porque é nas mãos dos jovens que está o futuro da nação.

A foto ilustra bem a pose actual de muitos numa de deixa andar que amanhã logo se verá, esquecendo-se que amanhã poderá ser tarde demais

Parabéns poeta e fotógrafo!

Beijos

4:53 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Beijos também, querida Fatyly.

5:59 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home