quinta-feira, abril 16, 2009

Os rostos familiares

Praça das Flores / Foto TL, 2007
Mal saio à rua, encontro-os no caminho
e já não fico sozinho.
São os rostos familiares
que compõem a paisagem
desta Lisboa de mil lugares,
cada um feito à sua imagem:
os rostos do meu bairro, que me dão,
tais como são,
aqui e em mais nenhum lado,
tão grande paz e alento
que, se me faltam, experimento
a sensação de ter sido roubado.

10 Comments:

Blogger jrd said...

Porque o nosso lugar é onde!
Abraço

4:23 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

É isso, caro JRD.
Outro abraço.

8:19 da tarde  
Blogger As nossas Viagens pelo Mundo said...

"cada um feito à sua imagem:"
Um abraço, Caro Poeta

9:17 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Um abraço também... e boas viagens!

9:57 da manhã  
Blogger addiragram said...

Estendemos a nossa casa ao nosso espaço envolvente.As caras que nos rodeiam são também partes de nós. Gosto muito da Praça das Flores. Como todos os locais aprazíveis tem qualquer coisa de aldeia.

11:41 da manhã  
Blogger mdsol said...

Espaços de afectos cúmplices.
:))

3:07 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Cara Margarida, também acho. Tanto assim que, em 16 de Setembro de 2006, publiquei aqui este texto precisamente intitulado "Praça das Flores" e que também figura no meu livro "Ofício Diário", pág. 90:

Apesar de suspeito (por ser esta
há muito tempo a minha aldeia),
afirmo sem receio de contradita,
grande ou pequena,
que bastaria a Praça das Flores
para Lisboa valer a pena.

Um beijinho.

3:13 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Cara Mdsol, vivo aqui desde muito jovem e noto na vizinhança (de cuja maior parte nem sei o nome...) o "afecto cúmplice" a que se refere.
:))

3:20 da tarde  
Blogger addiragram said...

Tb me lembrava da Praça das Flores já ter vindo à liça, mas "esqueçera-me" da analogia com a aldeia...Há lugares que podem,sempre, ser aldeias, outros nunca lá chegarão! :)

12:23 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Mais um beijinho, Margarida.

10:12 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home