terça-feira, abril 28, 2009

Trono

Rua do Jasmim / Foto TL, 2009
Pus-te num trono, que é o lugar onde
deve estar quem se ama, esse lugar
da alma que, sendo íntimo, não esconde
a aparência de altar
de uma igreja singular.

Mas, como a crença é sempre vacilante
e não se pode ter por adquirida,
hás-de saber que nada nos garante
que eu fique a venerar-te toda a vida.

6 Comments:

Blogger jrd said...

Entronizações eternas, só mesmo nas estórias de princípes e princesas encantados.

5:17 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Claro, JRD.

6:51 da tarde  
Blogger addiragram said...

Esse lugar especial só vale a pena...quando vale a pena!

Um beijinho.

11:52 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Certamente, Margarida.
Outro beijinho.

9:47 da manhã  
Blogger once said...

quando e enquanto .. :) mas sabê-lo com antecedência é de Mestre.

3:43 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Beijos (também para a Princesa, entregue às Matemáticas...), caríssima Catarina.

8:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home