sábado, novembro 29, 2008

4 anos


Tudo começou assim, a 29 de Novembro de 2004:

As palavras sucumbem ao vazio
da própria pequenez.
Nenhum cais tem a forma do navio,
nenhum navio a forma das marés.

É tempo de continuar.

22 Comments:

Blogger sum said...

Parabens Torquato,
Muitos e muitos posts é o que eu Desejo. Bem sei que é um desejo, até certo ponto, muito egoista. enquanto existir eu posso ler e saborear poemas tão bonitos como este e como o anterior e como todo o seu blog.
Um Beijinho e continue sempre

1:30 da manhã  
Blogger PreDatado said...

Parabéns pelo aniversário do blog. Há que continuar.

11:58 da manhã  
Blogger addiragram said...

Lindíssimo poema para começar, lindíssimo poema para festejar!

Parabéns! Há que continuar! Somos ainda tão pequeninos :)!

5:11 da tarde  
Blogger João Melo said...

parabéns !! continue com o bom trabalho!

9:18 da tarde  
Blogger claras manhãs said...

parabéns, Torquato da Luz!!!!
Enormes, como devem ter sido estes quatro de anos de poesia.
Obrigado por continuar

beijinho

1:59 da manhã  
Blogger Sofia Loureiro dos Santos said...

Continuar sempre. Parabéns, Torquato.

1:05 da tarde  
Blogger gabriela rocha martins said...

parabéns ,Amigo


.
um beijo

5:01 da tarde  
Blogger Susana Barbosa said...

Muitos parabéns e felicidades, e muitos anos de vida Torquato!

5:27 da tarde  
Blogger Márcia said...

com certeza é!

8:08 da tarde  
Blogger Carlota said...

Muitos parabéns de uma fiel leitora. Não há quatro anos, mas lá chegarei.

8:47 da tarde  
Blogger mdsol said...

Muitos parabéns!
:)))

8:52 da tarde  
Blogger Tinta Azul said...

Hora de continuar
a amar...


Parabéns.
:)

9:24 da tarde  
Blogger A.Teixeira said...

Parabéns Torquato!

1:14 da manhã  
Blogger  said...

Parabéns Torquato!

Por aqui sempre venho saborear tão lindos poemas.
Gostaria de tomar a liberdade de lhe indicar o Espaço de um grande amigo. Nele você encontrará em particular um novo espaço que ele abrir a todos os Poetas que queiram divulgar mais seus trabalhos.
Se você quiser poderá entrar em contato com ele neste endereço::-

http://lavanderiavirtual.blogspot.com/2008/10/procuram-se-novos-poetascronistas.html

ou no próprio blog oficial dele(Juca) que é
http://lavanderiavirtual.blogspot.com/

Tenho absoluta certeza de que nós brasileiros iremos adorar ver seu maravilhoso trabalho divulgado aqui no Brasil.
Hoje vou tomar a liberdade de publicar um de maravilhosos poemas.

Mais uma vez parabéns por tão brilhante dom e continue nesse caminho lindo que transforma em palavras o dom da vida.

Que Deus te abenõe!
Rosane!

9:36 da manhã  
Blogger Fatyly said...

Que venham pelo menos mais 4 anitos para me deliciar na tua poesia!

Obrigado!

Beijos

7:01 da tarde  
Blogger Filipe Tourais said...

Muitos parabéns...Outros quatro e tão inspirados como os anteriores. serão excelentes.
Um Abraço.

Filipe Tourais

10:26 da tarde  
Blogger Luma said...

Parabéns, já não é mais um blogue bebê!! Beijus

12:59 da manhã  
Blogger once said...

".. tempo de continuar" .. sempre.
Parabéns e mais uma vez um Muito Obrigada Caro Torquato.

9:58 da manhã  
Blogger RAA said...

Um abraço (tarde e a más horas), caro Torquato!

11:20 da tarde  
Blogger Juca said...

"O poema nosso de cada dia nos dai hoje." Gostei muito disso! :-)

Parabéns e que venham mais quatro, oito, dezesseis...

Bom, já que estou aqui, aproveito para agradecer à querida amiga Rô por indicar meu cantinho. E reitero o convite feito por ela. É um projeto muito tímido que mantenho lá no meu blog, mas caso possa contribuir com algum trabalho, saiba que será uma honra!

Abraços!
Juca

1:56 da manhã  
Blogger Laura Lara said...

Logo no fim-de-semana que saí de Lisboa sem computador é que estes quatro anos aconteceram!
Muitos parabéns, Torquato, e muito obrigada por este espaço tão bonito.
Venham mais quatro!
Desculpa o atraso.
Beijos

5:15 da tarde  
Blogger ana v. said...

Um beijo de parabéns muito atrasado pelos 4 anos de blogue, e outro - enorme e cheio de admiração (e inveja...) - por este poema lindíssimo, Torquato!

Escreva sempre, sim? :-)

7:42 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home