quarta-feira, novembro 26, 2008

Saltar o muro


















Largo da Princesa, Restelo, Lisboa/Foto TL, 2008

Quando se quebra o encanto e não há nada
mais a fazer que suportar a dor,
quando a noite não traz a madrugada
e o mundo se acinzenta e perde a cor,
quando parece ser o fim da estrada
e qualquer coisa diz que a caminhada
poderia ter tido outro sabor,
é mais que tempo de saltar o muro
e retomar a busca do futuro.

11 Comments:

Blogger once said...

ou corremos o risco de sufocar nos escombros .. sem dúvida alguma Caro Torquato .. mais um daqueles.

Catarina

3:34 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Nada mais certo, caríssima Catarina.

4:51 da tarde  
Blogger Susana Barbosa said...

Nem mais Torquato, nem mais!

2:11 da manhã  
Blogger Torquato da Luz said...

Um beijinho, querida Susana.

9:53 da manhã  
Blogger Fatyly said...

Ser "optimista e lutador saltando o muro que nos tolda as ideias e o movimento" o melhor recado que deixas.

Lindissimo!!!!

Um abraço sincero








PS: desculpa, mas troca o "o" pelo "a"...a busca:) e espero que não leves a mal!

6:00 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Gosto muito de poesia. Aprendi a ler, muito pequenina, pela Cartilha Maternal de João de Deus, nosso conterrâneo, e a poesia foi um género literário que, desde sempre, me cativou. Gosto do que escreves.Li,reli, voltei a ler. Soube-me bem!

Bem-hajas!

Beijinhos

6:08 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Fatyly:
Muito obrigado. Já afugentei a gralha :)
Um abraço sincero também.

Isabel:
Tu gostas de poesia e eu acho que a poesia gosta de ti.
Beijinhos retribuidos.

7:26 da tarde  
Blogger gabriela rocha martins said...

impossível ficar indiferente

a este crescendo





.
um beijo ,a sul

12:48 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Outro beijo, Gabriela.

4:14 da tarde  
Blogger ana v. said...

Gosto de lê-lo assim de empreitada, querido Torquato. De baixo para cima e devagar, como merecem os seus belos poemas. E acabo, neste caso, a saltar muros consigo. ;-)

10:05 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Obrigado pela companhia, querida Ana. :)

1:03 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home